quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Foz do Iguaçu


Especial: Foz do Iguaçu!

Aproveitando que esse mês o Parque Nacional do Iguaçu completa 72 anos (onde se encontram as famosas cataratas!), dou continuidade aos registros feitos em minhas idas a Foz. Como já fui a Foz três vezes, mas, na primeira, meu querido cunhadinho apagou TODAS as fotos existentes na minha máquina, o que eu não tiver de fotos tiradas por mim, vou complementar com fotos da internet mesmo. P.S.: Tá Chuck, já te perdoei, mas essa eu não podia deixar passar, né.. hehe

Começando então, temos:


PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (E SUAS FAMOSAS CATARATAS!!)


Descobri que a capa de chuva serve apenas para efeitos psicológicos, pois saí encharcada do mesmo jeito..rs

As Cataratas do Iguaçu são responsáveis pela vinda a Foz do Iguaçu de um grande contingente de turistas, vindos de todas as partes do mundo.
O Parque, que faz divisa com a Argentina, proporciona aos visitantes no lado brasileiro uma visão privilegiada das quedas, com dimensão panorâmica. No país vizinho, a vantagem é o contato e integração com a natureza, podendo-se ver os saltos de vários ângulos.
O ideal é conhecer os dois lados, uma vez que as estruturas existentes proporcionam diferentes sensações, seja por meio de caminhadas, transporte rodoviário especializado ou agradáveis passeios de trem em meio à selva.


Aí também é que se faz o famoso MACUCO SAFARI.

Um frrrriiiiiio na barriga..

A aventura se inicia já no portão de entrada do Macuco Safári com o embarque em carretas abertas que permitem uma visão geral do cenário que se descortina ao longo da trilha. Durante o percurso de três quilômetros pela selva, guias poliglotas apresentam exemplares da fauna e da flora do Parque, orquídeas, palmitos, bromélias, árvores centenárias, além de animais silvestres que de vez em quando atravessam a trilha, são apontados pelos guias. Num segundo momento, a pé pela trilha por um trecho de 600 metros (opcional), o grupo é levado numa caminhada pelas trilhas que conduzem a cachoeira batizada Salto do Macuco.
Já na água, barcos infláveis bimotores fabricados de acordo com as necessidades do percurso, são embarcações seguras e eficientes. Antes do embarque passageiros recebem coletes salva-vidas e embalagens plásticas para a proteção de equipamentos de filmagem e fotografias. O barco sobe o rio atravessando o canyon, enfrentando corredeiras, numa velocidade média que permite a apreciação da paisagem.
Pedras, animais e muito verde, integram o cenário até a base das soberbas Cataratas, próximo à "grande ferradura" conhecida por "garganta do diabo".


Há também VISITAS À ÁREA EXTERNA DA RESERVA DO PARQUE NACIONAL.



No local, existem serviços de informações, sanitários, fraldário, ambulatório médico, posto bancário, caixa de coleta do correio, telefones públicos e sala para atendimento de guias e operadoras turísticas, loja de souvenirs e uma lanchonete, além da administração da concessionária. O sistema de visitação ao Parque ocorre de forma a reduzir o impacto ambiental negativo, por meio de modernos ônibus panorâmicos, double-deck, com capacidade para 72 passageiros sentados. A parte superior é toda aberta, o que permite maior interatividade do visitante com o meio ambiente e ampla visão da flora e fauna durante todo o trajeto até as Cataratas.
Dentro do Parque existem váaarias trilhas e passeios: Trilha do Poço Preto, Trilha das Bananeiras, Passeio do Porto Canoas, etc.


PARQUE DAS AVES FOZ TROPICANA





É outro lugar muuuuuito agradável de se visitar. Fica quase em frente ao Parque Nacional do Iguaçu, numa área de 17 hectares de mata nativa. Os visitantes seguem uma trilha pavimentada de aproximadamente 1.000 metros, que leva a diversos viveiros de aves, perfeitamente integrados à floresta.
Nestes recintos é permitido entrar, ficando-se frente a frente com as aves (ui, dá até medinho!). Tucanos, araras, periquitos e outras aves tropicais pousam a poucos metros do visitante, tornando o passeio inesquecível. É o local perfeito para fotografar e conhecer as aves existentes no Brasil.
Atualmente, o Parque das Aves possui aproximadamente 1.100 aves de 140 espécies. As aves brasileiras predominam, porém espécies da África, Ásia e Austrália estão também representadas.
Outras grandes atrações incluem um borboletário, que abriga também diversas espécies de beija-flores, e o setor de répteis, onde cobras e jacarés ficam a poucos metros dos olhares atentos e curiosos dos visitantes.
O Parque das Aves desenvolve ainda um trabalho reconhecido de educação, pesquisa e conservação ambiental.
O passeio tem duração aproximada de uma hora. O Parque das Aves dispõe de estacionamento, lanchonete e loja de souvenirs em ambiente agradável, cercado por viveiros, cascatas e florestas. Neste local, há a possibilidade de fotografar e tocar em aves mansas.
Uma dica: se tirarem o dia para fazerem turismo, vão primeiro (e bem cedo!) ao Parque Nacional e, de lá, sigam para o Parque das Aves, que fica mais vazio. Fazer o inverso é furada.


CENTRAL HIDRELÉTRICA DE ITAIPU



é uma realização de trabalho conjunto entre Brasil e Paraguai, com o objetivo de aproveitar o potencial hidráulico das águas do rio Paraná, pertencente em condomínio aos dois países. Seu reservatório abrange 15 municípios do oeste paranaense e um do Mato Grosso do Sul.
Itaipu recebeu este nome em homenagem a uma pequena ilha do rio Paraná, sobre a qual está hoje assentada a Usina. A ilhota era chamada pelos indígenas de “Itaipu”, que em tupi-guarani significa “a pedra que canta”, pelo barulho que as águas faziam ao bater nas pedras.
Devido às dimensões, a hidrelétrica é considerada “A Obra do Século” e uma das sete maravilhas do mundo moderno, conforme pesquisa realizada pela Sociedade Americana de Engenharia Civil, com engenheiros de todo o mundo.
A hidrelétrica começou a ser construída em 1974 e a primeira unidade geradora começou a produzir energia em 1984. A 18ª unidade geradora entrou em operação em 1991, com potência instalada de 12,6 milhões de KW. Com a implantação de mais duas unidades geradoras em 2007, a usina tem capacidade de 14 milhões de KW.

Fizemos o chamado CIRCUITO TURÍSTICO ESPECIAL:




Trata-se, na verdade de uma visita bem diferenciada da Usina Hidrelétrica de Itaipu. A visita é acompanhada por monitores bilíngües e o turista recebe um atendimento diferenciado. Primeiramente é exibido um filme sobre a usina, depois segue-se para alguns pontos estratégicos de visitação (tudo obrigatoriamente com capacete daqueles de obra - todos ficavam GIGANTOS na minha cabeça..).



1ª parada: Mirante Central e Painel de Poty Lazzarotto, que retrata a construção da usina; 2ª parada: Estação Barragem de Concreto, onde se tem uma visão geral do reservatório; 3ª parada: Estação Catedral, onde pode ser visto o antigo leito do rio Paraná; 4ª parada: Estação Edifício da Produção, onde está concentrada a área técnica da usina e se tem uma visão panorâmica das unidades geradoras; 5ª parada: Estação Sala de Comando Central, onde é feito o controle da energia produzida e também o Centro de Controle de Segurança, que monitora o Lago de Itaipu e vários outros pontos da usina; 6ª parada: Estação Canal de Fuga, de onde é possível ver a água que passa pelas turbinas retornar ao rio Paraná; 7ª parada: Estação Galeria, local em que é possível visualizar as 20 tampas das unidades geradoras. A visita toda dura cerca de 2:30h, com paradas muito rápidas, então para não se arrependerem depois, recomendo tirarem muitas fotos (ou filmar), mas sem fazer hora, pois passa realmente voando. Ah, e não é permitido o uso de chinelos, sapatos de salto alto, shorts ou minissaias durante a visita. Sandálias são permitidas apenas se bem presas aos calcanhares, sem saltos e com sola de borracha. O visitante que não se enquadrar nesses critérios só poderá fazer a visita caso haja um calçado de segurança disponível para empréstimo. Ou então, não fará a visita naquele dia.



O mais legal de tudo??? Em uma de minhas duas visitas à Itaipu Binacional as comportas estavam abertas, o que é raríssíssissimo de acontecer. Emocionante mesmo! (está no detalhe da foto acima)

ILUMINAÇÃO NOTURNA DA BARRAGEM


Ainda na Usina de Itaipu, há o passeio para se ver a iluminação noturna da  barragem. Com o show de luzes, o visitante pode verificar cada detalhe da obra de concreto, principalmente o formato de catedrais da barragem. No Mirante Central foi instalado um sistema de sonorização e telas de projeção para exibição de um filme sobre a construção de Itaipu, com duração de 6 minutos. São utilizados 519 refletores ligados por mais de 60 km de fios, cabos e eletrodutos. A energia usada para iluminar a usina é suficiente para abastecer uma cidade de 15 mil habitantes. A iluminação da barragem é complementada com a nova iluminação do Painel do Barrageiro, obra do artista plástico paranaense Poty Lazzarotto, localizado ao lado do Mirante Central. Mas é preciso fazer reserva para esse passeio. Esse especificamente não fiz e não consegui entrar.. snif.


TEMPLO BUDISTA



O Templo Budista é um local de orações e meditações da comunidade oriental de Foz do Iguaçu. Com uma belíssima arquitetura, fundado em 28 de julho de 1996, possui uma edificação onde se encontra o templo propriamente dito. À sua porta encontra-se a palavra ORBI, que significa “Ordem Budista Internacional”, ou para alguns “Lugar do Céu”. É na parte superior do templo onde acontecem os cultos.


MESQUITA DE FOZ


A Mesquita de Foz do Iguaçu é um templo suntuoso, com um interior de incrível beleza. É ornamentada com arabescos, figuras geométricas em desenhos perfeitos e unificados. A arte é abstrata e a arquitetura, de caráter religioso em sua maior parte. Chama a atenção os minaretes, torres que circundam a Mesquita. Primorosas, apesar de sua função específica ter sido sempre a de um lugar alto onde ressoava cinco vezes por dia o chamado à oração, as torres têm também outras funções, sendo a mais importante a de sinal luminoso.


MARCO DAS TRÊS FRONTEIRAS


Marco situado no lado Brasileiro, localizado no Porto Meira, que foi inaugurado em 1903.
 
O Marco das Três Fronteiras é um ponto turístico localizado nas cidades de Foz do Iguaçu, Puerto Iguazú e Ciudad del Este referente ao local de divisa territorial respectivamente entre o Brasil, a Argentina e o Paraguai. Um obelisco de pedra demarca o ponto onde Brasil, Argentina e Paraguai se encontram. A seis quilômetros do Centro de Foz, o espaço conta com mirante com vista para os três países e o encontro dos rios Paraná e Iguaçu, além de bar e loja de souvenir.


ACQUAMANIA PARQUE AQUÁTICO


O parque está localizado anexo ao Hotel Panorama & Acquamania Resort e conta com oito tobogãs de 6 a 22 metros, sete piscinas, incluindo a de vôlei aquático (biribol), lazy-river, twin go e espaço de lazer infantil com golfinhos, cascatas e rã gigante. O local possui também loja de conveniência,  serviços de lanchonete e sorveteria e oferece banheiros com duchas, equipe de monitores, pulseira de identificação individualizada, bola de biribol e bóias pequenas e grandes. Eu como sou VIDRADA numa piscininha, já meti meu narizinho por lá também!

Esses passeios/lugares foram basicamente os que fiz/visitei. Há muuuuitas outras coisas por lá que ainda não tive oportunidade de conhecer (lembrando que nesse post estou falando de Foz e ponto! Argentina e Paraguai merecem posts próprios, aliás, como já fiz em relação ao último. E já já também vou postar sobre a Argentina-via-Foz). Todos esses aí são muito legais e merecem realmente uma visita. Mas se quiserem se "aprofundar" na exploração da cidade, sugiro pesquisarem nos sites abaixo e nas indicações dos amigos, pois terão muitas supresas!

Fontes:

Fotos:
- Acervo Pessoal

17 comentários:

  1. Oieee aninha tudo bem. pois e as cataras são lindas mesmo , haa por lá na epoca que visitei tinha uns bixinhos chamados de quati que nos atacacam para roubar nossos lanches hihihi vc viu eles por lá?

    ResponderExcluir
  2. Lindas fotos! Lindo passeio! Me deu uma vontade de descansar lá naquele templo budista... que lugar tranquilo! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Miga, vamos la esse ano ne?

    ResponderExcluir
  4. Anita, Anita! Você tá me atiçando com essas dicas!!

    ResponderExcluir
  5. Moniquinha, realmente tinham váaarios quatis. NO início até me assustaram, mas depois acabei me acostumando e achando fofo.
    Clarissa, o Templo Budista tem realmente a sua cara. É uma paz, um sossego, muito gostoso..
    Mícola, vamos lá sim! Jà é fato! Lica, vc nos acompanha??..rs
    Lu, a ideia é essa mesmo! Hehe

    ResponderExcluir
  6. Ana, se você não fosse jurista, bailarina e escritora, poderia ser personal stylist (para-terceiros-além de-mim), jornalista, e, pelo visto, até guia turística!

    ResponderExcluir
  7. Pena que o tempo q vou passar lá não vai ser suficiente pra fazer todos esses passeios!!!! Lindas fotos!

    ResponderExcluir
  8. Carloa Joaquina! Você não existe mesmo! A depender de você eu sou coisas que jamais sonhei em chegar perto na vida. Você é que é THE BEST!
    E Michelli, realmente é uma peninha. Mas é bom que vai te dar aquela vontadinha de voltar e, da próxima vez, você se programa para os passeios.. Bjokas

    ResponderExcluir
  9. Eu quero ir com Mícolas!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi tiça! na verdade eu nunca te disse isso... mas agora vou confessar: eu apaguei as fotos pra vcs terem q voltar e tirar outras! Essa é a receita: eu apago e vcs voltam, apago e voltam... da última vez eu falhei hehehe, mas já fica avisada...rsrs. Bjs pra vcs.

    ResponderExcluir
  11. Chcuck!!! Você estreando por aqui! Que honra a minha, hein?!?! Bom, mas tá, tudo bem.. como te falei, eu te perdoo. Mas tem que me paparicar moooooooooito pra isso. Podexá que ainda vou aparecer muito por aí, pra te dar motivo..rs
    Bjokas

    ResponderExcluir
  12. Anita!!!
    Meu cunhado e sua namorada estão indo para Foz.
    Mandei os links para ela e ela amoooou!
    Falou que vai te mandar um e-mail, viu?
    O nome dela é Alice!
    Bejins................

    ResponderExcluir
  13. Jesus, Maria José!!!!
    Ana!
    Esse comentário daí de cima é meu...
    Não vi que estava logada na conta do meu irmão...
    Sorry!

    ResponderExcluir
  14. Oi Anita!!!
    Eu sou Alice, a cunhada empresatada de Lu, mãe de Bia!!! Adorei seus posts aqui no blog, aliás parabéns pelo blog!!!!! Muito bacana!!!!
    Eu terei apenas 2 dias e 3 noites em Foz, na verdade estou indo comemorar meu aniversário!!!
    Pensei em ir 1 dia nas Cataratas e outro no Paraguai!
    Queria que vc me desse umas dicas de quais melhores passeios nas Cataratas e se possível uns restaurantes/bares bacanas pra noite!!!! Sobre o Paraguai seus post foi mega eficiente!!!
    Bjos e obrigada!!!!

    ResponderExcluir